Uma das maiores referências gastronómicas do Minho, o restaurante Dona Júlia, com décadas de existência, serve todos aqueles pratos tradicionais deliciosos que não pode falhar numa visita à região.

É na subida para o monte da Falperra, numa das mais famosas curvas de um antigo circuito de carros desportivos, que encontrará esta grande referência da gastronomia tradicional. À boa maneira minhota, o Dona Júlia serve bem em quantidade e na qualidade dos pratos apresentados e, claro, tudo com a simpatia e hospitalidade que não podiam faltar.

Falar no suculento cabrito assado no forno com batata e grelos, no delicioso polvo panado com arroz de feijão e grelos e no indispensável bacalhau assado seria referir apenas alguns dos melhores pratos típicos oferecidos pelo restaurante Dona Júlia. Opções repletas de ingredientes frescos e tipicamente minhotos, servidas em travessas de barro, são abundantes por aqui. Incluindo na carta de sobremesas, na qual figura, como é óbvio, o incontornável pudim à Abade de Priscos.

Para completar uma refeição divinal, regada ainda com a melhor seleção de vinhos, há também todo um espaço fantástico para desfrutar. Para além de variados pratos, o Dona Júlia tem no seu menu salas diversas e diferentes, que se adequarão aos seus gostos e aos seus apetites. Para os amantes de champagne e de espaços elegantes, a escolha poderá recair sobre a sala de champagne, onde o balcão permite desfrutar de uma taça acompanhada por umas deliciosas pataniscas de bacalhau. Por sua vez, para quem aprecia um espaço sofisticado, há a sala encarnada, e para quem não dispensa um espaço rústico a acompanhar a sua refeição tradicional, há a sala de cima com paredes de granito. No verão, acrescenta-se ainda a possibilidade da esplanada que permite apreciar a maravilhosa área verde que envolve o edifício do estabelecimento.

Portanto, o restaurante Dona Júlia é, indiscutivelmente, o local certo para provar algumas das iguarias minhotas, num ambiente que faz jus ao que a região é e representa no panorama nacional.